20jun
By: smartgreen ligado: junho 20, 2016 In: Cidades Inteligentes, Notícias, Smartgreen Comments: 0

A crescente demanda por energia elétrica e a necessidade de consumir com eficiência os recursos disponíveis, abrem caminhos para a atuação de redes inteligentes como a SmartGreen.

A inserção de redes inteligentes, em iluminação pública, inicia com a troca dos medidores analógicos por digitais, que têm funções para monitorar, em tempo real, o consumo de cada unidade.

Os usuários são os principais beneficiários da inovação, pois controlam quanta energia estão gastando e quanto pagam por ela em cada horário, podendo aproveitar os melhores momentos do dia e saber o quanto seus aparelhos eletrônicos consomem. A inovação pode reduzir de 20% e 60% do consumo.

Outro benefício é a identificação e correção rápida de eventuais falhas no sistema, como quedas energéticas.

Segundo a ABDI (Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial), o setor já recebeu investimentos de R$1,5 bi.

A consultoria norte-americana Northeast, prevê que o mercado nacional invista US$36,6 bilhões nas redes. Quase metade desse total será dedicado à compra e instalação de novos medidores.

Distribuidoras de energia de diversos estados (PR, SP, SC, RJ, GO e MG) estão testando a tecnologia, que motiva o melhor aproveitamento dos recursos e também aumentam a independência dos municípios das matrizes tradicionais de fornecimento energético.

Trackback URL: http://www.smartgreen.net/wordpress/redes-inteligentes-aproveitamento-de-recursos-e-uma-exigencia-no-mercado-brasileiro/trackback/